?

Log in

Sombra ténue como o reflexo da minha alma... [entries|archive|friends|userinfo]
Alma Mutilada

[ userinfo | livejournal userinfo ]
[ archive | journal archive ]

Um dia perfeito para morrer... [Jul. 5th, 2007|02:08 pm]
Alma Mutilada
[mood |oh well... palavras para quê?]
[music |Joy Division - Komakino]

«How can I find the right way to control,
  All the conflicts inside, all the problems beside,
  As the questions arise, and the answers don't fit,
  Into my way of things,
  Into my way of things.»
link1 comment|post comment

Para ti... [Jun. 9th, 2007|02:53 pm]
Alma Mutilada
[mood |tired...]
[music |Mirah - Promise Me]

«There was a child who was born to be the one who comforts me
 Who was born strong and brave and holy, loves me rough and tenderly
 Can it be understood the reasons why you belong to me?»



*Saudades*

Sinto falta do teu abraço apertado, e da força que me transmites, mesmo quando tudo me parece demasiado vão e sem sentido...
link3 comments|post comment

Oh well... Quem me dera ser uma pessoa completamente diferente. [Jun. 8th, 2007|09:22 pm]
Alma Mutilada
[mood |com a neurose]
[music |Alanis Morissette - So Unsexy]

«I can feel so unsexy for someone so beautiful
So unloved for someone so fine
I can feel so boring for someone so interesting
So ignorant for someone of sound mind»
link2 comments|post comment

.... [May. 31st, 2007|01:29 pm]
Alma Mutilada
[mood |amaricadamente lamechas]
[music |Feist - Lonely Lonely]

«Distance makes the heart grow weak
 So that the mouth can barely speak
 Except to those who hide their needs
 And I have read the golden seal
 That tell of how the seedlings feel
 Reminds my heart what love can yield»


 
link4 comments|post comment

Precisa-se de um Deus Ex Machina (mais um post acéfalo) [May. 21st, 2007|01:10 pm]
Alma Mutilada
[mood |paranoicamente agitada]
[music |Goldfrapp - Horse Tears]

Enfim, é nestas alturas em que gostava de fazer futurologia, e saber com antecedência como se dará o desfecho de certos episódios. 

*sigh*
linkpost comment

«Some men can truly be like chocolate, but most of them are more like shit» [Apr. 27th, 2007|11:28 am]
Alma Mutilada
[mood |hahaha...]
[music |Sopor Aeternus - Some Men Are Like Chocolate]

Eis uma grande verdade, sim senhor! 

O que vale é que ainda existem uns quantos chocolatinhos por aí... ;p   
link2 comments|post comment

«E se ao menos tudo fosse igual a ti...» *sigh* [Apr. 26th, 2007|08:52 pm]
Alma Mutilada
[mood |saudosa e bipolar]
[music |The Gift - Fácil de Entender]

«Obrigado por saberes cuidar de mim, 
Tratar de mim, olhar para mim, escutar quem sou, 
e se ao menos tudo fosse igual a ti...» 

Se estivesses aqui, beijava-te o coração e não abandonava mais o aconchego e calor do teu abraço...
link2 comments|post comment

DON'T U 4 GET : M - I - L - F !!!! :S [Apr. 26th, 2007|01:44 pm]
Alma Mutilada
[mood |awwww mood]
[music |Tori Amos - Big Wheel]

Pois é... Depois de uma pausa sabática, em que não estive com a menor paciência para vir aqui, "despejar" os meus pseudo-dramas, nada melhor que voltar ao activo, tendo como mote, a minha MUSA - como lhe chama uma certa pessoa, quando se refere ao meu "pequeno" vício... ;p Sim, claro o "pequeno" é eufemismo. Senão, vejamos... 
Desde os meus 13 anos, que sou ADDICTED na Tori Amos e parece que ainda não é desta que vou perder o entusiasmo, quase esquizofrénico, com que oiço os seus temas, sempre que sai um álbum novo. 
Embora, tenha que confessar (sim, por momentos, pensei que estava a ser uma péssima fã), que, ao ouvir os primeiros temas que andavam a circular pela net, tenha ficado um pouco desapontada, e a pensar que era mesmo desta que não ia comprar o seu novo CD. Afinal, assim que tirei os outros (eu sei que é muito feio dizer isto, vindo de uma pessoa que diz ser uma grande fã dela), e ouvi os 23 temas que o compõem, fiquei, as usual, completamente rendida. Agora, dou por mim, feita parvinha a trautear a "Big Wheel", ao invés de me concentrar nos livros de estudo, que me esperam ansiosa e abandonadamente (lol).  
Com efeito, aquela Senhora, não pára de surpreender e penso que é mesmo essa capacidade que ela possui de se reinventar a todo o instante, que me tem fascinado, ao longo de todos estes anos, em que sigo fervorosamente o seu trabalho. 
"American Doll Posse" é um álbum complexo, esquizofrénico, nada homogéneo, seguindo, em alguns temas, uma linha quase oposta, diria eu, àquela a que nos tem habituado. Penso que em alguns temas, nomeadamente, "Teenage Hustling" foi quase um "crime", abafar e sobrepor com guitarradas, a relação quase mística, que Tori tem com o piano... Acho que era algo perfeitamente dispensável. Enfim, não sei... Deve ser o meu lado de "fã conservadora" (;p), habituada aos seus temas mais melodiosos e intimistas, que me faz pensar assim... Já para não falar do "Fat Slut", uma espécie de interlúdio, que, a meu ver, poderia ter sido suprimido... Nem os gemidos guinchados, sensuais e catárticos de Tori, o salvam. Alegrem-se, porém, os fãs, pois, na minha modesta opinião, são os temas mais fracos. 
Em compensação, "Digital Ghost", "Girl Disappearing" (uma das pérolas do álbum), "Father's Son", "Programmable Soda", "Roosterspur Bridge", "Almost Rosey", são alguns dos temas que vão fazer as delícias de quem, como eu, se sente saudoso dos velhos tempos do "Little Earthquakes" e "Under The Pink", as duas obras-primas de Tori. 
De resto, Tori, continua a presentear-nos com as suas letras fantásticas, estranhas, delirantes, escatológicas, que nos parecem remeter para o divã de um psiquiatra e, como não poderia deixar de ser, repletas da sua habitual irreverência e provocação.      

E pronto, termino este discurso laudatório (lol), com o URL para o vídeo da Big Wheel:

http://search.music.yahoo.com/search/?m=all&p=tori+amos+big+wheel&x=0&y=0

Enfim, um pequenito presente para os meus (quase) inexistentes leitores. Quem conhecer o seu trabalho, irá, certamente, ficar surpreendido, após a sua visualização. Ah, e, tal como eu, contagiados pelo seu ritmo, aposto. ;p    
Já agora, oiçam também, o seu novo álbum (/me espalhando a palavra da Tori ;x), pois não se irão arrepender. ;)       



link2 comments|post comment

É... Há dias assim... [Oct. 24th, 2006|05:26 pm]
Alma Mutilada
[mood |Depressed]
[music |Tori Amos - Silent All These Years]

«Há dias em que julgamos
que todo o lixo do mundo
nos cai em cima (...)»

Eugénio de Andrade
link3 comments|post comment

Introspecção I [Jul. 12th, 2006|02:16 pm]
Alma Mutilada
[mood |Lame]
[music |Red House Painters - All Mixed Up]

Apesar de todo o caos que me compõe, ainda consigo encontrar algo dentro de mim, que continua a fazer todo o sentido...
link4 comments|post comment

navigation
[ viewing | most recent entries ]
[ go | earlier ]